Notícias

7 | agosto | 2017

Pitangueiras e Ibitiúva participam da Semana Estadual de Prevenção da Leishmaniose Visceral

07/08/2017

Começa hoje, 07 de agosto, a Semana de Prevenção da Leishmaniose Visceral (LV), uma doença grave que atinge pessoas e cães. A campanha que vai até o dia 11 está sendo realizada em todo Estado de São Paulo e visa alertar e orientar a população sobre os perigos desta doença que pode levar a morte. 

No Brasil, a Leishmaniose é transmitida pelo mosquito palha, que costuma picar ao entardecer e durante a noite. No ciclo da doença, o mosquito pica um cão doente (portador do parasito) e depois pica uma pessoa saudável, transmitindo-a para o ser humano.

Os principais sintomas em humanos são: febre de longa duração, fraqueza, perda de peso, anemia e aumento do fígado e baço. Em casos graves podem ocorrer sangramentos. O diagnóstico e tratamento estão disponíveis de forma gratuita na rede de serviços do SUS – Sistema Único de Saúde.

Já os cães infectados podem apresentar: emagrecimento, queda de pelos, crescimento das unhas, descamação na pele, fraqueza, feridas no focinho, orelhas, olhos e patas. O animal pode adoecer logo ou demorar meses para apresentar os sintomas e, a única forma de saber se o mesmo está infectado é através de exames específicos laboratoriais com o acompanhamento de um veterinário.

 

Pensando no bem estar da população, durante esta semana a Vigilância Epidemiológica que faz parte da Secretaria Municipal de Saúde de Pitangueiras e Ibitiúva, através dos Agentes de Combate e Controle às Endemias estarão reforçando, junto aos munícipes, as ações de orientação e prevenção contra a Leishmaniose Visceral, mas já adiantam que a melhor forma de prevenção da doença é evitar o acúmulo de fezes e de matéria orgânica (folhas, frutos, restos de galhos, entre outras) nos quintais. Para minimizar o sombreamento do ambiente, responsável por causar a umidade, recomenda-se a poda periódica das árvores e folhagens. 

 

Essas ações diminuem as chances de proliferação do mosquito palha. Também é recomendado o uso de telas finas em janelas e portas, mosquiteiros e repelentes. Quanto aos cães, deve-se manter, de forma regular, os cuidados de saúde e higiene tanto do animal quanto do ambiente em que ele vive, o uso de coleiras impregnadas de inseticidas também é indicado.

 

Quaisquer dúvidas a respeito podem ser sanadas pela Vigilância Epidemiológica do município, localizada à Rua Dr. Euclides Zanini Caldas n° 633, centro – mesmo prédio da Farmácia Municipal – ou através do telefone (16) 3952 9921.

Na presença de algum dos sintomas citados um médico deve ser consultado. 

 

Semana Estadual de Prevenção da Leishmaniose Visceral. # Eu apoio e faço parte.

 

 

Assessoria de Comunicação Pitangueiras e Ibitiúva

 

Confira mais notícias da nossa cidade

20 | fevereiro | 2024

Abertas as inscrições para premiações da Lei Paulo Gustavo

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
20 | fevereiro | 2024

Vestibular Univesp 2024: polo de Pitangueiras oferece vagas

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
19 | fevereiro | 2024

Escola municipal Maria Luiza foi reinaugurada após reforma completa

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
Todas as Notícias

Confira mais notícias da nossa cidade

27 | fevereiro | 2024

Audiência pública vai avaliar metas da LDO

22 | fevereiro | 2024

Alunos fizeram passeata contra a dengue em Ibitiúva

21 | fevereiro | 2024

Troca Geladinho: nova edição será sábado, 24 de fevereiro

20 | fevereiro | 2024

Abertas as inscrições para premiações da Lei Paulo Gustavo

20 | fevereiro | 2024

Vestibular Univesp 2024: polo de Pitangueiras oferece vagas

19 | fevereiro | 2024

Escola municipal Maria Luiza foi reinaugurada após reforma completa

Clique aqui e veja todas as notícias