Notícias

13 | fevereiro | 2023

Engenho de Pitangueiras entra para a Rota Gastronômica do Estado de SP

13/02/2023

O município de Pitangueira/SP entrou para a Rota Gastronômica do Estado de São Paulo, um programa desenvolvido pela Secretaria de Turismo do Estado que reúne o melhor da gastronomia paulista em um guia eletrônico para que os turistas possam saborear.

O Empório e Engenho Verga e Filhos foi inserido na rota pelo destaque na produção de cachaça, rapadura e melado artesanais. Tudo feito com cana-de-açúcar orgânica e com técnicas manuais.

A história começou em 2020, quando o mecânico aposentado Aparecido da Silva Sarneiro, mais conhecido como Verguinha, decidiu tirar do papel um sonho antigo, cuja habilidade foi herdada do avô. Em pleno auge da pandemia da Covid-19, abriu seu próprio engenho de cachaça no sítio onde mora.

“Eu trabalhei como mecânico por 50 anos. Não queria aposentar e ficar parado, sem fazer nada. Como estava na pandemia e nem era possível viajar, por conta das restrições, foi então que decidi abrir meu engenho, pois agora teria tempo para me dedicar a ele. Meu avô foi dono de um, anos atrás, e eu tinha maquinários daquela época”, explica.

Com a ajuda da esposa, Joana Darc Jesus da Silva Sarneiro, montou o espaço, fez o próprio plantio de cana em um alqueire e meio de terra e produziu a primeira cachaça em setembro de 2020. Também começou a produzir rapadura e melado, produtos que passou a comercializar no armazém que abriu também no sítio. Mal sabia o casal, que o hobby se transformaria em um ponto de turismo gastronômico, conhecido não só no estado, mas no Brasil inteiro.

Em 2022, a equipe da Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Turismo de Pitangueiras, sempre antenada aos programas da área, decidiu inscrever o município no “Rotas Gastronômicas”. Para isso, seria necessário apresentar um produto que tivesse ligação com as raízes culturais de Pitangueiras.

O diretor municipal de Turismo, Marcelo Aparecido Locci logo se lembrou do engenho do Verguinha. “Não tive dúvidas, pois tudo o que ele produz tem laços com a nossa cultura local, tem a identidade de Pitangueiras. A cana-de-açúcar, por exemplo, é o carro-chefe da nossa agricultura e economia. E, também, toda a produção dele é artesanal”.

Após passar por diversas etapas, o Empório e Engenho Verga e Filhos foi certificado e inserido na rota, passando a fazer parte do turismo gastronômico do Estado de São Paulo pelo Polo 5 do Raízes do Campo:
https://www.sppratodos.com.br/onepage/rota5/emporio-engenho-verga

Verguinha disse que ficou surpreso com essa conquista inesperada, que transformou a vida dele e da esposa. “Agora, nosso empório é conhecido no Brasil inteiro. Já participamos de diversas feiras pelo país e levamos o nome de Pitangueiras a vários lugares. Nossa venda aumentou muito e nosso empório passou a ser um ponto turístico aqui na cidade, recebendo gente de vários locais”, afirma.

Além disso, o engenho passou a ser visitado por grupos de estudantes e pesquisadores, e também foi destaque em reportagens de duas edições da revista Prazeres da Mesa, umas das mais importantes do mundo da gastronomia no país.

O secretário municipal de Cultura, Esporte e Turismo, Caio Henrique Martins afirma que essa conquista é de toda a população. “É gratificante ver a nossa cultura ser valorizada, nossa produção local ser reconhecida. E nós queremos inserir mais produções locais na rota, expandir nosso turismo local em diversas frentes”, destaca.

O prefeito Marcos Aurélio Soriano também comemorou a conquista do município. “Temos muita riqueza cultural por aqui e ver nosso nome indo a lugares tão distantes, nos deixa com muito orgulho”, afirma.

Produção de cachaça

Com todo esse sucesso, não poderia ser diferente, a produção de cachaça cresceu muito. O local passou a fazer, em média, 140 litros por dia após a repercussão proporcionada pela Rota.

Tudo começa na plantação de cana. Com a ajuda de um funcionário, Verguinha colhe a matéria-prima e leva tudo para o engenho, onde a dona Joana já o espera.

A cana é moída, vai para fermentação, que dura de 12 a 18 horas, e depois, para o alambique, onde permanece por duas horas. De lá, passa por dois filtros antes de ser armazenada em barris de madeira. Ali, permanece por um ano, para então, ser engarrafada e comercializada.

Atualmente, o engenho oferece mais de 20 variedades de cachaça, que vão desde a tradicional pura até as com sabor de fruta, a exemplo da de morango, coco, canela, tangerina, dentre outras.

Confira mais notícias da nossa cidade

19 | fevereiro | 2024

Mais de uma tonelada de material foi recolhida no Troca Geladinho

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
19 | fevereiro | 2024

Prefeitura inicia mutirão para zerar fila de exames

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
15 | fevereiro | 2024

Troca Geladinho será neste sábado, dia 17 de fevereiro

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
Todas as Notícias

Confira mais notícias da nossa cidade

20 | fevereiro | 2024

Abertas as inscrições para premiações da Lei Paulo Gustavo

20 | fevereiro | 2024

Vestibular Univesp 2024: polo de Pitangueiras oferece vagas

19 | fevereiro | 2024

Escola municipal Maria Luiza foi reinaugurada após reforma completa

19 | fevereiro | 2024

Mais de uma tonelada de material foi recolhida no Troca Geladinho

19 | fevereiro | 2024

Prefeitura inicia mutirão para zerar fila de exames

15 | fevereiro | 2024

Troca Geladinho será neste sábado, dia 17 de fevereiro

Clique aqui e veja todas as notícias