Notícias

18 | março | 2024

Assistência ajuda mulher em situação de rua a reencontrar família

18/03/2024

A equipe da Secretaria Municipal de Assistência Social de Pitangueiras ajudou uma mulher em situação de rua a ter a chance de escrever uma nova história de vida. Após quase quatro anos longe da família e sem dar notícias, ela retornou para casa, onde era aguardada desde 2020.

Sara Souza de Lima, de 38 anos, é natural de Salvador/BA e chegou a Pitangueiras em 2020, porém, meses depois, saiu do município sem deixar rastros do paradeiro, mas acabou retornando em setembro de 2023.

Desde então, a equipe de Abordagem Social, sob o comando das assistentes sociais Angélica Maria da Silva Eduardo e Jéssica Sisdelli Brito, retomou o acompanhamento da situação dela de perto, com o intuito de reinseri-la com dignidade à sociedade. Sara era usuária de álcool e já tinha sofrido diversos tipos de violência.

Angélica Eduardo explica que Sara tinha os documentos pessoais e que isso ajudou muito na busca pela família. “Ela nos contou que morava com a mãe e que tinha saído de casa sem destino. Porém, reafirmava que o sonho era retornar. Foi aí que iniciamos um longo trabalho para encontrar a família dela”, explica.

A busca começou nos equipamentos de Assistência Social da cidade natal de Sara. Lá, a equipe de Pitangueiras contou com a ajuda de jornalistas, além do apoio de líderes religiosos. O pastor de uma igreja evangélica foi quem deu a primeira pista da família de Sara. “Ele era pastor de uma igreja em que a família frequentava e disse que todos tinham se mudado de cidade há alguns anos, mas que tinha o contato de um familiar. O telefone era de uma tia de Sara, irmã do Pai dela, que mora na Bahia”, destaca Angélica.

Em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança Pública, através do sistema INFOSEG, foi possível obter dados adicionais sobre Boletim de desaparecimento registrado pela família em outro estado. “Foi muito emocionante o relato dessa tia, pois vimos que Sara era uma pessoa muito amada pela família, que nunca perdeu as esperanças de reencontrá-la”, destaca Jéssica Sisdelli.

Porém, durante esse período de busca, Sara acabou sofrendo outra grave violência nas ruas, o que exigiu atendimento no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Quando teve alta, ela não retornou à Pitangueiras. “Iniciamos uma busca pela Sara. Entramos em contato com a assistência social dos municípios da região. Quando ligavam pra gente de algum município falando que ela estava por lá, a gente ia atrás, mas sem sucesso”, afirma Jéssica.

Porém, na semana passada, Sara foi vista próxima à rodoviária do município de Ribeirão Preto. A equipe da Abordagem Social de lá, que já sabia do caso, conseguiu avisar a equipe de Pitangueiras que seguiram para encontrá-la e assim levá-la de volta para a sua família.

Sara recebeu atendimento médico e foi preparada para ir para São Paulo na casa da tia. No último dia 13, Angélica e Jéssica a levaram para a casa da tia na Capital Paulista, e de lá, seria levada para a casa da mãe que mora em outro Estado. Por questões de segurança, a cidade e o estado para onde ela foi não serão divulgados.

Nos últimos setes meses, a Secretaria Municipal de Assistência Social de Pitangueiras conseguiu reinserir na sociedade sete pessoas que se encontravam em situação de rua. “Algumas a gente conseguiu reencaminhar para a família, que era de outras cidades. E, em outros casos, conseguimos moradia social e encaminhar essa pessoa para o mercado de trabalho, para ela tenha autonomia”, afirma Ana Maria Pedro Soriano, secretária municipal de Assistência Social.

De acordo com Ana, essas pessoas vivem às margens da sociedade e perdem todos os diretos quando estão nas ruas. “Não podemos fechar os olhos para essa situação que atinge todo o país. O nosso papel é tirar essas pessoas da rua e encaminhá-las para que retomem a vida normal. É um problema social, econômico e de saúde pública”, finaliza.

Um estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), aponta que a população de rua no Brasil aumentou quase 10 vezes de 2013 a 2023, passando de 21.934 para 227.087 pessoas. O levantamento também aponta que problemas familiares e desemprego estão entre as principais causas que levaram pessoas a viver nas ruas.

Confira mais notícias da nossa cidade

12 | abril | 2024

Pitangueiras recebeu R$ 37 milhões para obras de saneamento

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
11 | abril | 2024

Prefeitura adquiriu novos aparelhos oftalmológicos

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
8 | abril | 2024

Oficina vai tirar dúvidas sobre a Lei Paulo Gustavo

Leia mais
[wpusb layout="rounded" items="facebook, twitter, linkedin, whatsapp"]
Todas as Notícias

Confira mais notícias da nossa cidade

15 | abril | 2024

Torneio de futebol 1º de Maio está com inscrições abertas

15 | abril | 2024

Prefeitura inicia agendamento para exames na carreta do Hospital do Amor

15 | abril | 2024

Painéis de chamada começam a ser instalados nas unidades de saúde

12 | abril | 2024

Pitangueiras recebeu R$ 37 milhões para obras de saneamento

11 | abril | 2024

Prefeitura adquiriu novos aparelhos oftalmológicos

8 | abril | 2024

Oficina vai tirar dúvidas sobre a Lei Paulo Gustavo

Clique aqui e veja todas as notícias