Prefeitura Municipal de Pitangueiras
Página Inicial
Entre em contato...
Busca:

Mapa da Cidade - Clique para ampliar

Notícias
Saiba como denunciar casos de violência contra crianças e adolescentes em Pitangueiras

O Conselho Tutelar de Pitangueiras registrou 38 casos de violência contra crianças de adolescentes em 2018 e 9 casos até abril deste ano. Os casos de violência incluem abusos sexuais, maus tratos e negligências.

Dia 18 de Maio é Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data serve como um lembrete de que toda a sociedade precisa sempre estar mobilizada para denunciar e punir casos de violência contra menores, criando uma rede de proteção para as crianças e adolescentes.

De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) a violência sexual é considerada crime. Tais crimes violam e privam a criança ou o adolescente dos seus direitos de Liberdade, Respeito e Dignidade.

Esta forma de violência pode ser definida como qualquer contato ou interação entre uma criança ou adolescente e alguém em um estágio psicossexual mais avançado do desenvolvimento.

 

ONDE A VIOLÊNCIA ACONTECE?

Ocorre em todos os grupos sociais e na maioria das vezes dentro de casa, sendo o agressor um membro da família ou responsável, ou seja, alguém em quem depositam confiança e tem uma relação afetiva. Vários atos são exemplos de abuso e podem ser citados: desnudar, tocar, acariciar as partes íntimas, estimular verbalmente de modo impróprio uma criança ou adolescente e relações físicas.

 

As crianças e os adolescentes, pelos seus estágios de desenvolvimento, não estão preparados para enfrentar uma situação de violência sexual. Além disso, podem ser psicológica ou socialmente dependentes do agressor. Dessa forma, o abuso pode ser cercado por um complô de silêncio que envolve medo, vergonha, culpa ou até mesmo uma intenção de preservação da família.

ATENÇÃO AOS SINAIS DE VIOLÊNCIA

Vários sinais servem de alerta para identificar uma vítima de violência. Crianças e adolescentes extremamente submissos, agressivos, antissociais, muito maduras, que realizam brincadeiras sexuais exageradas, com fala sexualizada, dificuldade de estabelecer relacionamento com seus pares, instabilidade emocional, com medo de adultos de sexo oposto, que apresentam queda de rendimento e de concentração, alto nível de ansiedade, dores, alterações no sono (principalmente dificuldades para dormir), depressão clínica, ideias suicidas, automutilação, podem estar apresentando traços de tais abusos.

CONHEÇA A REDE DE PROTEÇÃO EM PITANGUEIRAS

Em Pitangueiras uma Rede de Proteção à Crianças e Adolescentes é formada por diversos órgãos. São eles: o Centro de Referência de Assistência Social (CREAS), a Secretaria Municipal de Assistência Social, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, o Conselho Tutelar, a Polícia Militar e a Polícia Civil.

 

DENUNCIE EM QUALQUER UM DESSES CANAIS

Se você souber de casos de violência contra crianças e adolescentes, denuncie sempre. Basta acionar um dos órgãos a seguir:

 

- CONSELHO TUTELAR DE PITANGUEIRAS: (16) 3952-4207

- DELEGACIA DE POLÍCIA: (16) 3952-1317

- POLÍCIA MILITAR: 190

- Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS): (16) 3952-1987

- Disque 100 - desenvolvido especificamente para o assunto, pode ser acionado de qualquer telefone fixo ou celular de forma gratuita e sigilosa.






Prefeitura Municipal de Pitangueiras
Rua Dr. Euclides Zanini Caldas, n. 66 - Centro - CEP: 14.750-000
Tel:  (16) 3952-9121 - E-mail: pmpit@pitangueiras.sp.gov.br
Desenvolvido pela Williarts Internet