Prefeitura Municipal de Pitangueiras
Página Inicial
Entre em contato...
Busca:
Dia Internacional da Mulher

 

Lucy Foresti de Felício

Nascida em 19 de novembro de 1924 em Pitangueiras, filha de José Foresti e Terezita Sala Foresti, Lucy Foresti aqui fez história.
Vinda de uma família de 6 irmãos, estudou no Colégio Interno Anjo da Guarda em Bebedouro, onde de lá saiu formada como professora primária em 1945. Iniciou sua bela carreira como professora lecionando em sítios da região, onde ia de charrete alfabetizar aqueles que necessitavam.
Mais tarde casou-se com João de Felício, com quem teve três filhos: Eduardo de Felício, Maria Tereza de Felício Balioti e Donato de Felício.
Lucy Foresti teve uma vida bem voltada para a política. Ao lado de seu pai que foi eleito prefeito por 4 mandatos, desempenhou de forma brilhante o papel de primeira dama, uma vez que sua mãe não gostava de se envolver com o meio. Juntos iam em todos os velórios da cidade, demonstrando o respeito e o carinho que sempre tiveram com a população pitangueirense.
Como braço direito de seu pai José Foresti, Lucy realizou e participou ativamente de
várias obras no município:
- Criou a Casa da Criança Nilza Leone, onde por 15 anos foi presidente;
- Ajudou a idealizar a Fonte Luminosa da Praça São Sebastião;
- Participou da fundação e estruturação da Associação Atlética de Pitangueiras, e muitas outras obras que foram e ainda são muito importantes para o município.
Dedicou sua vida e sua carreira aos menos favorecidos, trabalhando sempre com muito amor e dedicação para com o próximo.
Muito humilde, é um exemplo de mãe, esposa, profissional e acima de tudo, um exemplo de mulher pitangueirense. Sempre sorridente, Lucy tem muita autoestima e sempre está impecável e elegante. Aos 93 anos ainda anda de salto.
Atualmente reside na comarca de Ribeirão Preto, para onde mudou-se no ano de 1984 após enviuvar-se.
Lucy é avó de 7 anos e 4 bisnetos e quando indagada responde sem titubear: “Tudo o que fiz faria novamente e com o maior prazer do mundo!”.
Pitangueiras agradece por toda a sua dedicação e respeito, que a partir de agora não ficarão apenas na memória daqueles que tiveram o prazer de conhecê-la, mas também na lembrança de todos nós, munícipes.
É com grande honra que a Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo convida para subir ao palco a senhora Lucy Foresti de Felício, para receber das mãos do secretário da pasta Delcio Galhardo Junior esta singela homenagem.


 

Edirce de Oliveira Cardoso

Filha de Maria de Oliveira Bonfim e Lindorfo de Magalhães Cardoso, nascida em 17 de dezembro de 1958, na cidade de Caetité na Bahia, Edirce de Oliveira Cardoso lá residiu até os 20 de idade.
Sendo a mais velha de 5 irmãos, Edirce começou a trabalhar desde cedo. Com oito anos de idade já ajudava seu pai no sítio da família, onde colhia feijão, milho, cuidava do gado. Mesmo tão pequena já exercia com maestria o trabalho de sitiante, que começava as 6 da manhã e se estendia até o anoitecer.
Casada a 40 anos com o Sr. José Lopes da Silva Filho, veio para Pitangueiras em busca de trabalho, fazendo moradia durante 12 anos na antiga Fazenda Piratininga. Após residir brevemente na Cohab II, mudou-se para a Fazenda Viralcool,

onde permaneceu por 26 anos e criou suas filhas: Eliene Cardoso da Silva, Edna da Silva Cardoso e Adriana Maria Silva, frutos de seu casamento com José.
Com 50 anos, idade em que muitos já veem dificuldades para realizar algumas atividades, dona Edirce conheceu o esporte. Na época, pesava 156 kg e apresentava diversos problemas de saúde. A partir de uma recomendação médica, ingressou na academia e começou a difícil batalha para perder peso.
Nesta época, teve uma corrida aqui mesmo, no município de Pitangueiras, onde foi convidada pelo seu instrutor, a quem chama carinhosamente de anjo, Silvio, a participar. De início titubeou, hesitou, chegou a dizer que não valeria a pena, pois chegaria em último lugar, mas Silvio lhe disse: “Aquele que chega por último faz a festa”, estas palavras a animaram, ela aceitou e começou a correr.
A partir dai não parou mais. Hoje corre em praticamente todas as corridas que são realizadas no município e na região.
Este ano realizou um sonho e um grande desafio, correu 15 km na São Silvestre.
Edirce coleciona mais de 100 medalhas e inúmeros troféus, sempre alegre e transbordando simpatia, deixa claro o enorme orgulho que tem de ter se tornado a grande mulher que é hoje.
Quando indagada responde feliz da vida: “O esporte é tudo. Todos deveriam praticar algum tipo. Além de fazer muito bem para a saúde, nos diverte, aumenta o nosso círculo de amizades e nos realiza”.
Atualmente, Edirce tem 60 anos, 3 netos, e já emagreceu 56 kg. É um exemplo de força de vontade e nos provou que idade são apenas números em um calendário, porque no final o que realmente importa é fazer aquilo que nos deixa felizes.
É com grande honra que a Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo convida a senhora Edirce de Oliveira Cardoso, para receber das mãos do secretário Delcio Galhardo Junior esta singela homenagem.




Prefeitura Municipal de Pitangueiras
Rua Dr. Euclides Zanini Caldas, n. 66 - Centro - CEP: 14.750-000
Tel:  (16) 3952-9121 - E-mail: pmpit@pitangueiras.sp.gov.br
Desenvolvido pela Williarts Internet